+ 55 51 3632-5300 contato@sadig.com

vAuroraA Vinícola Aurora, de Bento Gonçalves, teve importante incremento na qualificação e otimização de seus processos.  A produtora de vinhos,  espumantes, coolers e sucos implantou a solução de Business Intelligence (BI) da SADIG, objetivando melhorar a visão das informações da Aurora: “Como o nosso servidor estava defasado, precisávamos fazer um up grade de software e hardware. Optamos por avaliar uma ferramenta de BI que nos desse maior controle dos cubos (dimensões e métricas), de forma que visões novas pudessem ser implantadas sem grandes intervenções técnicas, o que alcançamos com o Sadig”, diz Rui Ficagna, Gerente de Controladoria e TI da Vinícola Aurora.

A implantação, por indicação da empresa MCM Sistema de Gestão, também de Bento Gonçalves, teve início em julho passado e já está em perfeito funcionamento. O foco inicial foram informações da área comercial, mas será ampliada para outras áreas da empresa, como industrial e financeira. Com a disseminação, diferentes setores terão informações úteis e com rapidez nas atividades cotidianas, o que fará com que sejam efetivamente administrados por seus gestores.

Com a implantação, um dos objetivos é sair do nível operacional e subir para os níveis tático e estratégico. A solução foi pensada a fim de minimizar o tempo e o custo de obtenção das informações, evitar a elaboração de incontáveis planilhas dispersas pela empresa e focar no negócio propriamente dito, com conceitos definidos, uniformes e documentados. “Vamos perceber tendências, otimizar recursos e minimizar tempo de resposta”, projeta o gerente. “É como pretendemos maximizar a lucratividade e rentabilidade da empresa”, complementa Ficagna. A empresa utiliza, neste momento, o Sadig Análises e Painéis (curva de aprendizagem).

O projeto está crescendo consistentemente e o atual nível de conhecimento das informações comerciais da empresa já é notável. São diversos módulos já implantados, o que propicia análises individuais ou entre eles, comparativamente, destaca o gerente de Controladoria e TI da Aurora.  Para a validação das informações, são efetuados cruzamentos com a contabilidade, livros fiscais e outros relatórios.  A determinação dos dados que serão importados tem base na sua importância, extensão e representatividade, entre outros, e é realizada com as áreas em desenvolvimento, para evitar o excesso de dados com pouca informação e o desperdício de recursos.

A competência, o profissionalismo e o comprometimento da equipe interna é um diferencial no processo de implantação. “O fato do processo de ETL ser desenvolvido internamente e a validação ser efetuada pela própria Aurora, que conhece as nuances de seu negócio, acelera o processo de implantação”, enfatiza Ficagna.

Vinícola Aurora

Unimil_logoA Unimil, empresa paulista do setor sucroalcooleiro com unidades em São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul, adotou o BI da gaúcha Sadig.

A companhia, que até então não havia utilizado um sistema de business intelligence, vai utilizar o software para integrar, qualificar, armazenar, explorar, manipular, analisar e distribuir informações.

Conforme Alisson Domingues, analista Comercial da Unimil, a solução auxilia na consolidação da estratégia da companhia para crescer 22% em 2012.

O valor de faturamento não é divulgado.

“Este ano estamos fazendo grande investimento na área de plantio, fator que interfere diretamente no consumo de nossos produtos”, comenta Domingues. “Ainda não temos 100% de aderência da ferramenta, mas vantagens já podem ser vistas, como rapidez na obtenção de relatórios gerenciais”, completa.

Maurício Spolidório, gerente Comercial da Sadig, explica que, no BI, os dados são entregues em cubos ou datamarts que permitem análises diversas de quaisquer áreas das organizações, como financeira, comercial, pedidos, faturamento, metas, fluxo de caixa, contas a pagar e a receber, entre outras.

“O produto é aplicável a qualquer segmento, a diferença esta no conteúdo das visões gerenciais, que variam de acordo com o tipo de negócio e a necessidade de dados dos gestores que usam a solução”, afirma Spolidório.

A Unimil atua em peças de reposição para máquinas colhedoras de cana de açúcar, com base instalada de aproximadamente 4,6 mil equipamentos no Brasil e no exterior.

Em estoque, a companhia trabalha com mais de 9,5 mil itens armazenados.

A estrutura contempla unidades em Piracicaba, Ribeirão Preto e Araçatuba (São Paulo), Rio Verde (Goiás) e Dourados (Mato Grosso do Sul).

Já a Sadig tem sede em Montenegro, unidades em Porto Alegre, Londrina e São Bernardo do Campo e atua em sistemas de BI e CPM (Corporate Performance Management).

A companhia atende a mais de 600 organizações clientes, como Beira-Rio, Benoit, Dakota, Goldsztein-Cyrela, Miolo, Todeschini, Unimed e Vonpar, entre outros.

Fonte: Baguete por Gláucia Civa // segunda-feira, 23/07/2012

Unimil

Pref SBCInicialmente, o Sadig Análises foi implantado na Secretaria de Finanças para elaboração de informações e relatórios gerenciais apresentando dados extraídos diretamente do SIAM (Sistema Integrado de Arrecadação Municipal – Módulo Devedores)

Nessa área, a ferramenta apresentou grande desempenho detectando os maiores devedores do município, acompanhando os lançamentos com recurso administrativo, auxiliando na composição do saldo da dívida ativa e fornecendo informações importantes para a tomada de decisões da Administração.

Por mostrar-se bastante eficiente, o Sadig Análises agora está presente em diversas áreas estratégicas da prefeitura como Controladoria, Contabilidade, Tesouraria, Orçamentos, Contratos, Patrimônio, Recursos Humanos, Folha de pagamento, Receita/Despesa, entre outras; fornecendo relatórios extraídos de acordo com a necessidade da cada setor e disponibilizando informações para ajudar nas ações a serem implementadas. Uma dessas ações foi o PEP (Programa Especial de Parcelamento de débitos), que ocorreu de janeiro a maio de 2008 e que arrecadou R$ 120 milhões para a Prefeitura.

Segundo José Luis Gavinelli, Assessor da Secretaria de Finanças da Prefeitura de São Bernardo do Campo, “a grande vantagem da utilização do SADIG para a elaboração de relatórios deve-se ao fato de que os dados para as pesquisas são definidos de acordo com a necessidade do momento por cada unidade que estiver utilizando, tornando as informações mais ágeis, versáteis e confiáveis, visto que são extraídas diretamente do banco de dados da prefeitura”.

“Após a implantação do Sadig Análises entendemos que a ferramenta é muito importante, pois auxilia no efetivo controle do processo de gestão da dívida ativa nos municípios”, completa Gavinelli.

Prefeitura de SBC

INTERNACIONALA Internacional Peças – fornecedora mineira de componentes para veículos a Diesel, há quatro anos parceira da SADIG, especialista em Business Intelligence (BI) – fará  agora a implantação do Sadig Performance. Com a  adoção do novo sistema, a empresa pretende dar aos gestores a possibilidade de uma correta avaliação dos indicadores de desempenho, essencial para a tomada de decisões administrativas, comerciais, nas definições de pedidos e na abertura de novas unidades.

A Internacional Peças poderá acompanhar o planejamento estratégico com metas, iniciativas, ações, alertas, follow-ups entre outros, complementando as informações comerciais e gerenciais já existentes. “Quando vou utilizar o Sadig, costumo ir com um objetivo claro. Se não for assim, você pode se perder com tantas opções e tantas leituras possíveis. Não há limites na sua utilização”, elogia o presidente da Internacional Peças, Hélcio Andrade.

A comercialização dos produtos da SADIG ocorreu por meio da parceira Quantum Tecnologia, desenvolvedora do ERP utilizado na empresa há mais de 15 anos. De acordo com Welington Teixeira Santos, presidente da Quantum, a utilização do BI Sadig foi uma abordagem natural.  “Com todos estes anos de utilização do ERP, imagine o tamanho do Banco de Dados, histórico da Internacional Peças? A estratégia foi então agregar valor ao projeto, por meio da geração e distribuição adequada de indicadores e informações gerenciais”, destaca Santos.

Além dos produtos Sadig Análises e Painéis, agora o projeto implantado na Internacional Peças conta com o Sadig Performance. Com o primeiro, a empresa obteve a integração e qualificação dos dados originados de diversos sistemas e plataformas e a geração de informações que qualificaram o processo de tomada de decisões e oportunizaram a melhora dos resultados empresariais.

Com ele podem ser feitas análises de evolução temporal, rankings, curvas abc, drill down, entre outras, em diversas formas como: gráficos, tabelas, relatórios, PDF, e-mails, planilhas, etc. Já com o Sadig Painéis, a Internacional Peças elabora painéis personalizados, com interface amigável e sem nenhum tipo de programação. O Sadig Performance atua na gestão por indicadores como, por exemplo:  mapas estratégicos, acompanhamento de iniciativas e ações, indicadores de performance e diagramas de causa e efeito.

Fonte: TI Inside Outsourcing

HospSamaritanoUma das mais tradicionais instituições de assistência à saúde do país, o Hospital Samaritano, vem obtendo sucesso na negociação de novos modelos de remuneração dos hospitais, após a implantação do Sadig Análises, solução de BI que integra dados, auxiliando na gestão efetiva dos negócios da Entidade.

O Hospital Samaritano necessitava de uma solução que fornecesse informações concretas sobre o desempenho da Instituição por porta de entrada (prontos-socorros, pacientes internados e pacientes externos), assim como iniciar a análise histórica de vários procedimentos cirúrgicos realizados para a formatação de pacotes (preços fixos), porém, na época, nenhum dos softwares disponíveis eram capazes de fornecer estes dados sem a criação de planilhas em Excel.

Sabendo dessa necessidade, a Infoessência Serviços de Informática apresentou a solução Sadig Análises, fazendo um protótipo do primeiro cubo utilizado no hospital. A partir da visualização das informações obtidas pelo cruzamento de dados, foi possível observar os benefícios da solução para a área financeira e também para outros departamentos do hospital e assim, o Sadig Análises foi implantado.

Atualmente, o Samaritano conta com 5 licenças com acessos simultâneos, tendo 18 usuários que utilizam a solução para atender as demandas dos departamentos Financeiro, Comercial, SAME, Relacionamento com o Cliente, Custos, Contábil e, em breve, o setor de Compras, quando o número de usuários deverá passar para 22 pessoas.

Segundo Sérgio Lopez Bento, Superintendente Geral de Operações do Hospital Samaritano, antes da implantação da solução a área de Controladoria não conseguia analisar os resultados por porta de entrada, por convênio ou por especialidade médica/procedimento.Atualmente, essas informações são disponibilizadas pelo BI, originadas de compilações de diversos relatórios.

Outros benefícios que a ferramenta trouxe para o Samaritano são: facilidade na análise de dados; padronização da interface para análise das informações; único repositório de dados gerenciais, que integra sistemas transacionais diferentes. A ferramenta também consegue avaliar os custos envolvidos em cada procedimento dentro do hospital, permitindo diferentes tipos de análises para atender a demanda das operadoras de planos de saúde, de mudança dos modelos de remuneração dos hospitais.

O segmento de Planos de Saúde começou a sofrer mudanças nos modelos de remuneração, com a tendência da substituição da cobrança por conta aberta (fee for service tradicional) por preço fixo (pacotes e diárias globais). Foi o Sadig Análises que possibilitou ao Hospital analisar a viabilidade do valor proposto pela operadora, ou seja, avaliar se o valor a ser recebido pelos serviços cobriria os custos.

A partir dos resultados dessa análise, o Samaritano tornou-se o primeiro hospital, do seu porte, a concretizar essa mudança dos Planos de Saúde, tudo isso devido ao suporte do Sadig Analises. Por causa da grande aceitação dessa ferramenta, cada vez mais os departamentos da Entidade aderem à sua utilização, finaliza Sérgio Lopez Bento.

Hospital Samaritano

TodeschiniA Todeschini, uma das maiores fabricantes de móveis planejados da América Latina, se destaca também pelo investimento realizado na área de Tecnologia da Informação (TI), incluindo o seu domínio das informações relativas a vendas e acompanhamento de metas. Três das empresas do Grupo utilizam a solução Sadig de Business Intelligence (BI). “A Todeschini e a Italínea, do segmento de móveis, assim como a Todescredi, braço financeiro do Grupo, para obter informações gerenciais que possibilitam conhecer o negócio, sem depender da solicitação de relatórios, muitas vezes de alto custo e em diversos sistemas, se utilizam da solução Sadig”, destaca Evandro Linck, Analista de Suporte e de Negócios – TI, da Todeschini.

A implantação do sistema teve início em setembro de 2010 quando a empresa percebeu a necessidade de alterar o modelo gerencial para ter mais informações dos seus negócios. “Tínhamos outro produto, mas já estava ultrapassado, era de 2001. O conceito estava desacreditado junto aos colaboradores e vinha demonstrando necessidade de algo que agregasse agilidade”, diz Linck. O conhecimento do produto, no entanto, é mais antigo.

Evandro Linck recorda que conheceu o BI Sadig na faculdade. “Foi feita a apresentação da SADIG na Universidade de Caxias do Sul (UCS) e, já naquela época, vi e gostei dos diferenciais oferecidos. Quando fomos pesquisar soluções no mercado foi, sem dúvidas um referencial.”, lembra Linck.

Ampliação no uso

Com a implantação do Sadig Análises, Sadig Painéis e Sadig Web, a Todeschini hoje, tem informações para análise de dados e distribuição de informações para toda a sua equipe nacional de vendas, sem depender de customizações no ERP para geração de relatórios. Atualmente são 10 acessos destinados aos gestores, mas não há restrições e a ampliação deve ocorrer. “O acesso aos dados permite à equipe o conhecimento das informações do braço no Grupo no qual atuam e na região específica. Quando ampliarmos o leque de usuários, conforme a necessidade, mais membros da equipe terão acesso, evitando, assim, a necessidade de solicitação de planilhas de dados e a utilização de outros sistemas”, diz.

Principal utilização

A possibilidade de rapidamente criar formas diferentes de acompanhar os números da Todeschini é apontado como diferencial que, agregado ao conceito simples, torna a utilização ágil, sem dificuldades de adaptação. O Sadig Painéis, solução onde o próprio usuário cria seus painéis de controle, é o mais utilizado na consulta de dados e ainda, com flexibilidade, o Sadig Análises, que integra e hospeda as bases de dados gerenciais, sistema de múltiplas funções, capazes de responder a qualquer pergunta e distribuir, automaticamente e em vários formatos e meios, as respostas aos gestores envolvidos. “Utilizamos os produtos da SADIG principalmente para acompanhar as metas das equipes. Já temos mais de 60 painéis produzidos e criamos um número superior a 45 módulos”, finaliza Linck.

Implantação e sistema utilizado

Com operações integradas, simples e “leves”, o Sadig Web, Sadig Windows e o Banco de Dados do Sadig estão rodando em servidores diferentes. Os servidores do Sadig Web (virtualizado) e do Sadig Windows têm memória de 8 GB cada, enquanto o do Banco de Dados do Sadig, apenas 4 GB. Também em armazenamento e processamento as exigências da solução o Sadig não são grandes. Os discos e processadores dos servidores são respectivamente de 40 GB e Xeon X5650 2.67GHz no do Sadig Web, de 500 GB e Xeon X5570 2.93GHz no do Sadig Windows e de 500 GB e Xeon E5430 2.66GHz no do Banco de Dados do Sadig. O sistema gerenciador de banco de dados utilizado pelo Sadig é o Microsoft SQL Server 2000 SP4.

O projeto da SADIG na Todeschini atualmente conta com 65 Painéis (dashboards) e 46 Módulos gerenciais (datamarts). São apontadas como os principais datamarts o do “Faturamento”, o de “Análise de Mercado” e o de “Liberação Diária de Produção”, todos utilizados nas empresas Todeschini e Italínea.

Grupo Todeschini

BeiraRioA Beira Rio, uma das maiores indústrias de calçados do país, implantou as soluções da Sadig (Análises e Performance), no ano 2000, para que auxiliassem os gestores da empresa fornecendo indicadores de vendas e múltiplas análises gerenciais sobre o desempenho das regionais de vendas, clientes e produtos, entre outros.

Os resultados atingidos pela empresa foram satisfatórios, pois a Beira Rio obteve mais agilidade nas vendas dos escritórios regionais, e, frente à facilidade de implantação, o fornecimento rápido e preciso de relatórios e informações fez com que as soluções fossem ampliadas para uso das áreas Industrial e Financeira da empresa.

“Optamos por essas ferramentas porque são consolidadas no mercado, apresentam fácil usabilidade e são bastante amigáveis para os usuários finais”, conclui Luiz Ubiratan, Gerente de Tecnologia da Calçados Beira Rio.

Calçados Beira Rio

BrasmetalA empresa paulista Brasmetal Waelzholz, especializada em laminação a frio de aço e fornecedora de fitas e tiras de aço especiais, implantou as soluções Sadig (Análises e Performance) para obter  agilidade em seus processos de Gestão de Vendas.

Segundo Crystian Akira Yoshimura, Coordenador de TI  da Brasmetal, os grandes diferenciais das ferramentas Sadig são a rapidez de implantação, a performance nas pesquisas e, especialmente, a flexibilidade e a agilidade para adaptações a novas regras do negócio.

“Estamos muito satisfeitos com as ferramentas da Sadig porque estão nos auxiliando na obtenção de informações para quantificar,  direcionar, controlar e melhorar nossas vendas. As soluções se mostraram muito fáceis de utilizar,  dispensando, inclusive,  um treinamento formal para os nossos usuários. Em breve estaremos disseminando o uso das ferramentas para outros departamentos, o que agilizará e qualificará as decisões em outras áreas da empresa”, conclui Yoshimura.